Adicione voz ao e-mail

APLICATIVOS

  • Ajuste a planilha ao tamanho da página no Excel

  • Use o formato .rtf para enviar e receber textos

  • Como criar imagens pequenas e de boa qualidade

  • Copiando vários pedaços de texto de uma só vez

  • Crie notas de rodapé em documentos do Word

  • que fazer quando o Word trava e o documento não foi salvo

  • Imprimindo Apostilas (4 páginas por folha)

  • Imprima várias páginas em uma só folha no Word

  • Imprima várias páginas em uma só folha – II

  • Como Posicionar Precisamente uma Figura no Word 97?

  • Como Alterar de Modo Rápido o Tamanho da Fonte de Uma Palavra?

  • Como Reduzir o Tamanho de um Documento?

  • Como Alterar a Fonte Padrão?

  • Como Salvar Logotipos do WordArt?

  • Como escrever o símbolo do Euro?

  • Use o Mapa de Caracteres

  • Como Usar Atalhos de Teclado para Navegar num Documento?

  • Como Repetir o Título do Capítulo No Cabeçalho de Cada Página?

  • Escrevendo Valores por Extenso – 32 bits (Word 7)

WINDOWS

  • Evitando reiniciar o computador

  • Instalando o Tweak UI

  • Aumente a velocidade de impressão

  • Mude o nome que você registrou na instalação do Windows

    Acelere o Menu Iniciar

    Inicialização mais rápida no Windows 98

  • É fácil checar o Registry no Win98

  • Fazendo o Windows avisar quando chega uma mensagem

  • Atalho p/ desligamento rápido do PC

  • Reiniciando o sistema.

  • Lidando com arquivos temporários

  • Parâmetros Interessantes do Comando DIR:

  • Limpando meus Documentos

    Não inicializando certos programas

    De bitmap para ícone

  • Usando as teclas de cursor no lugar de um mouse

  • Desligue Rápido

  • Mais que Desfragmentar

  • Feche programas voando

  • Como Visualizar as Novas Fontes Antes de Instalar ?

  • Como Imprimir uma Amostra de Suas Fontes?

  • Como Remover os Arquivos Abertos Mais Recentemente ?

  • Como Alterar os Fontes dos Ícones do Windows 95?

  • Torne o Windows mais ágil com a tecla Winkey

  • Como disparar programas na carga do Windows

  • Como se livrar dos ícones da Systray no Windows 98

  • Como apressar o desligamento do Windows 98

  • Como impedir a carga automática de programas no Windows

  • Como transferir textos entre o Windows e janelas do MS-DOS

EXPLORER

  • Explorer não mostra as extensões de alguns arquivos

  • Duas seções do Explorer lado a lado

  • Veja as propriedades de um arquivo rapidamente

  • Fazendo o Windows Explorer abrir diretamente no diretório D e não o C:

  • Abrir com

  • Explorer Personalizado Dois caminhos para acesso a drives e pastas

  • TECLAS DE ATALHO

  • Como Navegar Mais Fácil com o Windows Explorer?

  • Como Criar Novas Pastas Rapidamente?

INTERNET

  • Refinar busca no Altavista

  • Teclas de atalho para browser

  • Atalho p/ enviar e-mail

  • TRACE A ROTA ENTRE SEU COMPUTADOR E UM SERVIDOR DA INTERNET

  • Recortar, marcar e colar

  • Abrindo nova janela automaticamente

  • Enviando um e-mail rapidamente

  • Cuidados com seu Modem

  • VERIFIQUE O TEMPO DE COMUNICAÇÃO ENTRE SEU MICRO E UM SERVIDOR INTERNET

  • Crie uma galeria de fotos digitais com comandos HTML

  • Como enviar mensagens de e-mail pelo teclado

  • Acelere as conexões discadas à Internet com o Windows 98

  • Use o teclado para ganhar tempo na Internet

  • Faça o PC receber e-mails assim que for ligado

  • Proteja dados sigilosos no Internet Explorer

  • Como saber se o e-mail foi lido pelo destinatário

  • Faça backup de mensagens de e-mail no Outlook Express

  • Adicione voz ao e-mail sem entupir a Internet

  • Como criar resposta automática para os e-mails

DIVERSOS

  • Deixe o HD livre de arquivos desnecessários

  • Visualize imagens bitmap por meio do ícone

  • Descubra se o PC e o Windows aceitam periféricos USB


Ajuste a planilha ao tamanho da página no Excel

Imprimir uma planilha eletrônica feita no Microsoft Excel pode, às vezes, ser um desafio à paciência. É que nem sempre é possível construi-la de acordo com o tamanho do papel disponível na impressora. O resultado disso é a quebra da planilha em várias páginas, dificultando a leitura.

A solução mais usada, nesses casos, é o uso do comando Visualizar Impressão ou equivalente, no menu Arquivo. Ocorre que pode não ser tão agradável recorrer ao Visualizar Impressão a cada mudança no layout da tabela. A solução definifiva vem com um pequeno ajuste nas opções do Excel.

Abra o menu Ferramentas e clique no item Opções – é o último da lista. Em seguida, escolha a ficha Exibir. Encontre, na seção Opções da Janela, o item Quebras de Página. Clique nele para ativá-lo; depois, clique o botão Ok.

De agora em diante, o Excel irá mostrar, na tela, os limites da página real, que seria produzida com o comando Imprimir. Desse jeito fica mais fácil construir tabelas e folhas de cálculo – sem que, na hora da impressão, todo o trabalho seja quebrado em várias páginas, sem conexão óbvia.

Use o formato .rtf para enviar e receber textos

A diversidade de processadores de texto para PC complica a vida de quem recebe documentos com freqüência. Quem usa MS Word 6.0 ou a 95, por exemplo, não pode ler arquivos gravados com o Word 97. Se o documento tiver sido feito com outro programa, como o Corel WordPerfect ou o Lotus Word Pro, o desafio será muito maior.

Uma solução rápida e barata é o WordPad. O programa, que vem de graça com os Windows 95 e 98, não lê diretamente arquivos do WordPerfect ou do Word Pro. Mas lê sem problemas arquivos criados com o Word 6.0 ou 95, bem como arquivos com extensão Rich Text File (.rtf). É uma codficação que permite preservar o tipo e o tamanho das fontes usdas no documento. O formato .rtf usa texto puro. Por isso, é bastante pequeno, o que o torna excelente para uso com e-mail.

Para ler um documento .rtf, abra o WordPad, clique Arquivo | Abrir e localize o arquivo no HD. Para gravar, use o comando Salvar e, na caixa Salvar Como Tipo, escolha a opção Rich Text File. Será preciso, também, pedir aos criadores dos documentos que gravem arquivos usando a opção .rtf, disponível em qualquer processador de textos profissional.

Como criar imagens pequenas e de boa qualidade

A turma resolveu marcar um churrasco e, na hora de fazer e distribuir o mapa do sítio é o maior sacrifício. Se o mapa foi feito no computador, o arquivo provavelmente ficou grande demais e está entupindo o e-mail de quem o manda e recebe.  O fax é sempre uma opção, mas o problema nesse caso é a baixa resolução, o que pode fazer o pessoal se perder.  Para resolver de vez esse tipo de problema, o ShockWave Flash é a melhor escolha. O programa gera arquivos vetoriais de ótima qualidade e bastante compactos. Além disso, abrir um arquivo Flash é fácil. A maioria dos internautas têm o plug-in instalado e, caso não o tenha, basta baixá-lo gratuitamente a partir do endereço http://www.macrome dia.com.  O maior empecilho é criar o arquivo. O Freehand permite que um arquivo seja salvo na extensão sfw, mas não é um programa muito difundido e fácil de usar. A solução pode ser baixar, também no site da Macromedia, uma versão trial de um gerador de arquivos Flash.  Uma vez com o programa instalado e o arquivo criado, é possível salvar a imagem de qualquer tamanho. Mesmo um arquivo de 2 por 2 cm permite que, usando o botão direito do mouse, a imagem seja aumentada quantas vezes o usuário quiser (Zoom in). A imagem não perde qualidade – já que se trata de um arquivo vetorial.

Copiando vários pedaços de texto de uma só vez.

Às vezes, quando estamos trabalhando com o MS-Word, precisamos mover vários pedaços de texto para outro local do documento. Para isso, não é necessário que utilizemos várias vezes os comando Copiar e Colar. Acompanhe o procedimento: Selecione o texto desejado. Pressione as teclas Ctrl + F3. Repita o procedimento para cada parte do texto. Clique no local onde deseja colar todos os blocos de texto, pressione as teclas Ctrl + Shift + F3. Pronto! Tudo o que estava na Área de Transferência será colado no local onde está posicionado o cursor.

Crie notas de rodapé em documentos do Word

O processador de textos Word é uma poderosa ferramenta de editoração eletrônica. Seus recursos, contudo, são ignorados pela maioria dos usuários. Livros inteiros podem ser editados no Word, sem prejuízo da qualidade. Um recurso gráfico bastante usado em livros e relatórios são as notas de rodapé. No Word 97, ele pode ser encontrado no menu principal, dentro da opção Inserir.  Seu uso é simples. No decorrer do texto, assim que tiver digitado uma palavra ou termo que exija uma nota do rodapé, clique Inserir e escolha Notas (na versão em inglês, a opção chama-se Footnotes). Pode-se escolher entre colocar a nota no fim da página (mais comum) ou no fim do documento. Além disso, a marcação pode ser automática, via numeração, ou personalizada. Quem escolher a segunda opção pode digitar um símbolo qualquer (como asteriscos, por exemplo) ou escolher um caracter especial, clicando o botão Símbolo.  O botão Opções permite alterar o tipo de “numeração” – pode-se, por exemplo, usar letras em vez de números. É possível até converter as notas de rodapé em notas de fim de texto e vice-versa. Para editar as notas, um lembrete: em modo normal de exibição, não adianta ir para o fim da página ou do documento, pois o rodapé não aparece. Em vez disso, abra o menu Exibir e escolha o modo Layout da Página.

O que fazer quando o Word trava e o documento não foi salvo

A pressa faz com que alguns usuários de Word deixem a gravação do documento para a última hora. Até esse momento chegar sempre existirá a chance de a energia ser cortada ou de o micro travar. Se isso ocorrer, saiba que o Word poderá reduzir o impacto das perdas de dados e recuperar documentos não salvos.

Após uma interrupção, experimente religar o micro e carregar o Word. O aplicativo deverá recompor o arquivo perdido, de acordo com as últimas informações salvas. Se você não teve tempo de gravá-lo, não se preocupe – o Word pode fazer isso de forma automática.

É bom, no entanto, checar se a opção está ativada. No Word 97, clique em Ferramentas, escolha Opções e, na ficha Salvar, ative a opção “Salvar Info. de AutoRecuperação”. O intervalo de gravação (dez minutos) pode ser reajustado pelo usuário.

Se o Word não encontrar o arquivo danificado, o jeito é usar a recuperação manual. Clique em Ferramentas, Opções. Na ficha Geral ative a opção “Confirmar Conversão ao Abrir”. Clique Ok. Vá ao menu principal e escolha Arquivo, Abrir. No campo Arquivos do Tipo, escolha “Recuperar Textos de Qualquer Arquivo”. Escolha o arquivo a ser recuperado e clique Abrir. Se a opção “Recuperar Textos…” não estiver na lista, será preciso instalar o componente Conversão de Arquivos, a partir do programa de instalação do Word.

Imprimindo Apostilas (4 páginas por folha)

Muitas vezes nos deparamos com uma situação em que devemos reduzir o número de folhas de um documento, ou para economizar papel (já que devemos imprimir muitas cópias de um mesmo documento) ou para reduzir o tamanho do material a ser manipulado/arquivado (como uma apostila, um guia do usuário, etc). Se o nosso texto for no formato TEXTO PURO existem diversos programas utilitários que fazem a conversão do texto em páginas A4 para que sejam impressas 2 páginas por folha de papel.

Entretanto nosso problema se refere ao uso do Word, e portanto os documentos estão no FORMATO WORD. Além disso, o problema de um dos solicitantes deste Help Desk, é imprimir o documento no formato final, pronto para grampear e distribuir o “bloquete“.

DICA: Devemos lembrar que, antes de utilizar as instruções abaixo, que são um pouco complexas, deve-se verificar se a sua impressora já não possui uma opção de imprimir 2 páginas por folha de papel (muitas impressoras laser já vem com essa função em seu driver de impressão). Em caso de dúvida consulte o manual da impressora.

AVISO IMPORTANTE: Nesta dica estaremos utilizando a impresora HP 680C – e seu driver, e utilitário de impressão – para caracterizar opções de menu e para as figuras ilustrativas. Veja que sua impressora pode apresentar alguma diferença, de nomenclatura ou posicionamento das opções nas telas apresentadas. Veja no manual da sua impressora as especificidades para o seu modelo.

  • Preparando seu Documento:

Antes de poder imprimir o seu documento, ou sua apostila, no formato “bloquete”, deve-se prepará-lo conforme as indicações à seguir. Se você for criar um novo material, crie um arquivo novo, configure-o como indicado e salve-o com MODELO. Assim na próxima vez que for criar um documento, para o mesmo fim, será só chamar esse modelo e as configurações já estarão prontas para uso.

  • Alterando a Configuração da Página:

Selecione o menu Arquivo * Configurar Página;

Selecione a aba Papel;

No campo Tamanho selecione A4 (210 x 297 mm);

No campo Orientação selecione Paisagem;

Selecione a aba Margens;

Inicie selecionando a opção Margens Espelho;

Defina a Margem Interna adequada para o seu caso (um bom valor poderia ser 16,0 cm);

Defina a Margem Externa adequada para o seu caso (um bom valor poderia ser 1,8 cm);

Deixe a Medianiz em ZERO;

Acerte as margens Superior e Inferior de acordo com suas preferências (cuidado de não deixar valores inferiores ao mínimo que sua impressora pode manipular);

Pressione o botão [OK];

  • Reformatando o Documento:

Reformate seu documento para que fique dentro dos parâmetros usuais na sua empresa, para quebras de página, proporcionalidade de figuras e texto, etc;

Faça quebras de página para definir inícios de capítulos, sub-capítulos, etc, para facilitar na nova diagramação;

Revise todas as tabelas, pois elas devem agora caber em espaços menores; altere os tamanhos das fontes se necessário;

Salve o documento quando estiver de acordo com o seu projeto;

  • Imprimindo o “Bloquete”:

Tenha em mente que você está precisando imprimir com o aproveitamento máximo do papel (2 páginas de texto por face da folha (são 4 páginas por folha), e prontas para encadernar / grampear. Uma dos cuidados é que a sequência de páginas num “bloquete” para a impressão não é o costumeiro “1, 2, 3, 4, etc”.

Siga exatamente as recomendações abaixo, e imprima o seu primeiro trabalho. Sinta-se à vontade para, à partir daí, tentar outras alternativas, que sirvam para propósitos mais específicos. E não esqueça de mandar sua dica, para podermos divulgar para os amigos Internautas.

  • Imprimindo a Primeira Metade do Documento:

Selecione o menu Arquivo * Imprimir;

Na janela Imprimir (vide figura 1), no campo “Intervalo das Páginas” digite a faixa de páginas desejada
(exemplo: nossa apostila tem 11 páginas – assim sendo digite 1 – 6)*

Na janela Imprimir selecione a opção Propriedades;

Na aba Papel, no campo “Impressão dos dois lados“, selecione a opção LIVRO;

Pressione o botão [OK];

Pressione mais uma vez no botão [OK];

Aguarde a impressão terminar – a impressora irá imprimir as páginas ímpares, que cairão na bandeja de saída na sequência: 5, 3, 1 (a 1 em cima, e a 5 em baixo, das demais);

O driver utilitário da impressora abrirá uma janela em sua tela (vide figura 2) e mostrará a próxima etapa, indicando de que modo/sequência deverão ser colocadas as folhas já impressas no passo 7;
(Note que as folhas são recolocadas na bandeja de entrada na posição e ordem exatas em que saíram pela bandeja de saída)

A impressora irá imprimir as páginas pares, que cairão na bandeja de saída na sequência: 2, 4, 6 (a 6 em cima, e a 2 em baixo, das demais);

Figura 1: Janela Imprimir

Figura 2: Janela do Utilitário de Impressão (note COMO recolocar o papel já impresso)

Imprimindo a Segunda Metade do Documento:

Atenção: Execute a operação, indicada abaixo, com muita atenção:

  • Gire as folhas que caíram na bandeja de saída, mantendo o lado esquerdo na sua esquerda e virando a face de cima, para o lado de baixo

  • De outro modo: gire 180 graus sobre o eixo longitudinal do bloco de páginas impressas;

  • De um outro modo (vide a figura 2): faça com que o boneco fique para baixo, entrando “de cabeça” na bandeja;

Escolha a instrução que você achar mais fácil de entender – se fizer errado, a sequência de páginas da segunda metade do documento sairão ou em ordem errada, ou de ponta-cabeça.

Selecione o menu Arquivo * Imprimir;

Na janela Imprimir (vide figura 1), no campo “Intervalo das Páginas” digite a faixa de páginas desejada
(exemplo: digite 7 – 12)*

Pressione mais uma vez no botão [OK];

Aguarde a impressão terminar – a impressora irá imprimir as páginas ímpares, que cairão na bandeja de saída na sequência: 11, 9, 7 (a 7 em cima, e a 11 em baixo, das demais);

O driver utilitário da impressora abrirá uma janela em sua tela (vide figura 2) e mostrará a próxima etapa, indicando de que modo/sequência deverão ser colocadas as folhas já impressas no passo 4;
(Note que as folhas são recolocadas na bandeja de entrada na posição e ordem exatas em que saíram pela bandeja de saída)

A impressora irá imprimir as páginas pares, que cairão na bandeja de saída na sequência: 8, 10, 12 (a 12 em cima, e a 8 em baixo, das demais);

Pronto, uma apostila pronta para grampear e distribuir, de formato pequeno, mais prático, e economizando muitas folhas de papel.

  • Deve-se sempre usar um número par para o total das páginas; mesmo que sua apostila tenha 11 páginas, faça a conta com o próximo número par, no caso 12. A primeira metade fica sendo, em nosso exemplo, da página 1 até a 6 (12/2), enquanto a segunda metade fica sendo de 7 (12/2+1) até a 12 (mesmo que só existam 11 no seu material).

Imprima várias páginas em uma só folha no Word

Como imprimir um documento de várias páginas sem gastar papel em excesso? A resposta está na configuração de layout de páginas do Word. Com alguns comandos, cada folha pode comportar até seis páginas (com condições de leitura) ou até 16 páginas (apenas para conferência de layout). Mas atenção: o recurso está presente apenas na versão 2000 e no Office 98 Macintosh Edition – usuários do popular Office 97 ficam de fora.

No Word 2000, carregue o documento e abra o menu Arquivo. Escolha Imprimir e, na caixa Zoom, determine o número de páginas por folha e o tamanho do papel. No campo Número de Páginas pode-se escolher entre 1, 2, 4, 6, 8 e 16. Seis páginas por folha é a quantidade máxima permitida para quem pretende ler o conteúdo sem ajuda de lupa. Depois é só clicar Ok.

No Word do Office 98, feito para rodar em Mac OS, carregue o documento e abra o menu File. Escolha Print e, no lugar das opções da ficha General, selecione Layout. Em seguida basta atribuir o número de páginas por folha no campo Pages Per Sheet. Para imprimir, clique Ok.

Imprima várias páginas em uma só folha – II

Em 11 de outubro, “Truques e Toques” mostrou como usuários de Office 98 e 2000 podem imprimir várias páginas de um documento Word em uma só folha. Mas um leitor, o cineasta Walter Tabacnicks, da capital, foi além – e conta como repetir o truque com qualquer aplicativo do Windows.  O primeiro passo é obter uma cópia do shareware FinePrint. Carregue o browser Web e visite o site http://www.fineprint.com. Lá, pegue uma cópia demo (o registro custa US$ 30) compatível com o sistema que você usa (3.1, 95, 98 ou NT).  Depois de instalado, o FinePrint comporta-se como uma impressora. Para usá-lo, basta escolhê-lo como impressora destino em qualquer aplicação – um browser, por exemplo. Assim que se clica o botão Ok da caixa de diálogo Imprimir, o driver do FinePrint entra em ação.  Entre os recursos do driver estão a compactação da impressão em até oito páginas (na versão shareware para NT), inserção de marcas-d’água e controle de seqüência das páginas. Escolha a configuração mais adequada e clique Ok para visualizar o resultado na tela. Se estiver satisfeito, dê outro clique em Ok.

Como Posicionar Precisamente uma Figura no Word 97?

Colocar uma figura num documento do Word 97 é bem fácil (basta selecionar o menu Inserir * Figura * Clip-Art – por exemplo); o difícil é posicionar precisamente a figura em relação às margens, às outras figuras, ou mesmo em relação à algum texto existente na página. Para colocar a sua figura na posição exata, siga os passos abaixo:

Insira o Clip-Art, ou a figura desejada, perto da posição final;

Dê um clique sobre a figura inserida;

Pressione, e mantenha pressionada a tecla [CTRL];

Vá pressionando as setas direcionais (para cima, para baixo, para esquerda e para a direita) – cada toque nas setas a figura se desloca 0,5 mm na direção selecionada;

Como Alterar de Modo Rápido o Tamanho da Fonte de Uma Palavra?

A maneira mais rápida de se alterar o tamanho da fonte da palavra onde está o cursor, ou mesmo de um grupo pequeno de palavras, é usar um dos dois métodos abaixo:

  • Para alterar o tamanho do fonte nas mesmas opções do menu: (exemplo: de 12 > 14, ou de 10 > 11 pontos)

Coloque o cursor em qualquer posição da palavra desejada (não é necessário selecionar a palvra) – ou selecione o trecho desejado;

Pressione [CTRL][SHIFT][>] para aumentar o tamanho do fonte;

Pressione [CTRL][SHIFT][<] para diminuir o tamanho do fonte;

  • Para alterar o tamanho do fonte ponto a ponto: (exemplo: de 12 > 13, ou de 18 > 19 pontos)

Coloque o cursor em qualquer posição da palavra desejada (não é necessário selecionar a palvra) – ou selecione o trecho desejado;

Pressione [CTRL][]] para aumentar o tamanho do fonte;

Pressione [CTRL][[] para diminuir o tamanho do fonte;

Como Reduzir o Tamanho de um Documento?

A situação é bem comum: você vai trabalhando num documento, vai colocando e tirando textos, tabelas e figuras, e o arquivo vai se tornando muito grande, aumentando o tempo para carregar o documento, que talvez nem caiba mais num disquete.

A solução: Para eliminar um bocado de espaço que o Word está comendo, num documento que está sendo editado frequentemente, basta desligar a opção “Salvar Em Segundo Plano“; vá no menu Ferramentas | Opções, clique na aba Salvar, e na caixa de diálogo deselecione a opção marcada como “Permitir gravações em segundo plano

Como Alterar a Fonte Padrão?

Selecione o menu: Formatar * Fonte;

Selecione o tipo da letra, seu tamanho, sua cor, e estilo desejados;

Pressione o botão [Padrão];

Confirme que você deseja mesmo mudar o estilo NORMAL, pressionando o botão [SIM];

Como Salvar Logotipos do WordArt?

Abra um documento que contenha o logotipo desejado, com o Word é claro;

Clique com o botão direito do mouse sobre o logotipo;

Selecione, no menu de contexto que se abre, a opção “Copiar“;

Abra um programa de desenho, tal como o PaintShop Pro, ou mesmo o Paint; e abra um arquivo novo;

Cole o desenho do WordArt no novo arquivo (use o Menu Arquivo * Colar ou Editar * Colar, o que for o caso com o programa de desenho escolhido por você, ou então as teclas [CTRL] + [V];

Redimensione, se desejado, o desenho para um tamanho que achar mais adequado;

Salve o arquivo como formato BMP (por exemplo);

Agora você pode usar tal logotipo, ou desenho, para colocar em qualquer tipo de documento de programas para Windows (usualmente usando o menu Inserir * Figura).

Como escrever o símbolo do Euro?

Você quer escrever o símbolo do Euro (€) ou da Libra (£) mas eles não estão no teclado. Use o atalho – para o Euro, aperte as teclas Control e Alt ao mesmo tempo e enquanto isso aperte também a tecla 5. Para a Libra, aperte Shift, Ctrl e Alt ao mesmo tempo e também a tecla 4. Detalhe – acione o Num Lock.

Use o Mapa de Caracteres

Na dica anterior falamos sobre como escrever através de atalhos os símbolos do Euro e da Libra, que não estão no teclado. Agora vamos convidá-lo a explorar o Mapa de Caracteres, onde há muito mais símbolos. Acesse o utilitário através do menu Iniciar e depois Programas/Acessórios/Ferramentas de Sistema/Mapa de caracteres.

Selecione o símbolo que você quer e depois cole no seu documento. Repare que nas fontes Symbol, Webdings e Wingdings há mais símbolos ainda.

Como Usar Atalhos de Teclado para Navegar num Documento?

Muitos me perguntam como navegar mais rapido usando o teclado ao invés do mouse. Outros querem usar o mínimo do mouse, já que se sentem mais confortáveis usando o teclado que o mouse. Para atender à todos que têm me solicitado tais atalhos, estou colando no quadro abaixo – que ficará permanentemente nesta posição – todos os atalhos conhecidos (divulgados ou não pela Microsoft). A cada semana estaremos colocando novos atalhos até esgotar os meus conhecimentos sobre este assunto:

Mover para a linha de cima | de baixo [Seta para Cima] | [Seta para Baixo]

Mover para o final | início da linha [END] | [HOME]

Mover para o início | fim do documento [CTRL][HOME] | [CTRL][END]

Mover para a página anterior | seguinte [CTRL][UP] | [CTRL][DN]

Mover para o início da palavra seguinte | anterior [CTRL][SETA DIR] | [CTRL][SETA ESQ]

Mover para o parágrafo de cima | de baixo [CTRL]Seta p/Cima] | [CTRL][Seta p/Baixo]

Como Repetir o Título do Capítulo No Cabeçalho de Cada Página?

Num trabalho mais técnico, e profissional, em geral os diversos capítulos são numerados conforme normas de organização de documentos por tópicos. Colocamos então o Word para funcionar em nossa ajuda, e utilizamos o campo Estilo para classificarmos nossos títulos como Título – ou então como Título 1, Título 2, e assim por diante. Para fazermos com que em cada página, o nome do capítulo possa aparecer em destaque, lá no nosso cabeçalho, basta seguirmos as seguintes etapas:

Formate o documento totalmente pronto (ou pelo menos com todos os tópicos atuais) de tal sorte a utilizar os estilos TÍTULO do Word) – Título, etc…;

Exiba o cabeçalho no documento (menu Exibir * Cabeçalho e Rodapé);

Selecione o menu Inserir * Campo;

Selecione a opção “Vínculos e Referências“;

Procure na lista a opção StyleRef (é a última da lista), e marque-a;

Pressione o botão [Opções];

Clique na aba Estilos;

No campo “Nome:” selecione o nível de título desejado
(pode ser apenas Título 1, ou pode ser cada Título 2, o importante é que só pode ser selecionado UM NÍVEL de título);

Clique no botão [Adicionar];

Pressione o botão [OK];

Pressione o botão [OK] novamente;

Pronto, seu documento sempre mostrará, a cada folha, qual o último título (do nível selecionado) utilizado antes dessa página, se ela não possuir nenhum título do nível selecionado, ou o primeiro desse mesmo nível de título que aparece na página atual.

Escrevendo Valores por Extenso – 32 bits (Word 7)

Em muitas empresas, vários profissionais necessitam de preparar relatórios onde, invariavelmente, muitos valores monetários aparecem. É praxe que num relatório profissional todos esses valores sejam grafados tanto na sua forma numérica, quanto na sua forma por extenso. Não é aceitável a simples menção do valor monetário, como R$ 123,45. É mais do que uma praxe citar, entre parêntesis, tal valor por extenso, como Cento e vinte e três reais, e quarenta e cinco centavos.

É uma tarefa tediosa e, principalmente, sujeita a erros. A solução é criar uma macro para resolver tal problema.

Mas melhor do que macro é usar uma biblioteca toda para isso, e foi o que o Analista Antonio Augusto Ferreira, de São Paulo, fez. Ele disponibilizou uma biblioteca – no formato DLL – para os programas feitos para rodar em 32 bits (Word, Excel e Access), e mais, também disponibilizou uma macro prontinha – e testada – para você colocar direto, sem muito trabalho, no seu Word 7 ou superior.

Siga os passos indicados abaixo, dê um download no arquivo EXTENSO.ZIP (já baixado-Geraldo Leonel) para seu disco, e passe a desfrutar do poder de escrever um valor qualquer, em extenso correto – tudo ao simples toque de um botão na barra de ferramentas:

Primeiro: faça o Download (já baixado-Geraldo Leonel)  arquivo EXTENSO.ZIP, que contém a biblioteca DLL e a Macro para o Word 7;

Segundo: Extraia os arquivos que estão zipados no EXTENSO.ZIP (são eles: a biblioteca EXTENS32.DLL, e a Macro MACRO.TXT); lembre-se de que a biblioteca dll deve ser copiada para a pasta SYSTEM que se encontra dentro da pasta WINDOWS (ou se você gosta dos bons tempos do DOS: para o diretório \WINDOWS\SYSTEM);

Terceiro: Crie a macro no Word ….: Abra o arquivo MACRO.TXT e copie para a memória o trecho indicado pelo título, em maiúsculas, para o Word 7.0, ou 97); abra o Word e acione o comando Ferramentas * Macro; na janela que se abre, dê um nome à macro – por exemplo: EXTENSO.DLL; clique no botão [CRIAR]; apague as linhas que já vêm escritas Sub Main e End Sub e que aparecem nessa janela; agora cole nessa janela o texto que está na memória; e – finalmente – clique no botão [SALVAR];

Quarto: Coloque um botão na barra de ferramentas do Word para executar a nova macro ao simples toque do botão: Selecione o menu Ferramentas * Personalizar; na janela que se abre selecione a opção Macro (está na aba “Barra de Ferramentas”) na caixa de “Categorias”; selecione a macro que você acabou de criar (se seguiu nossa sugestão é a de nome EXTENSO.DLL); Arraste com o mouse (lembre-se de manter o botão esquerdo pressionado) a macro até uma área livre da barra de ferramentas desejada; solte o botão do mouse; escolha agora um botão que represente a macro para você – ou dê um nome (curto) para que apareça no lugar do ícone;

Quinto: Comece a usar sua nova MACRO DE EXTENSO;

Não se esqueça de três pequenos detalhes para que todo esse processo possa funcionar:

  • Os valores devem ser digitados com pelo menos um espaço antes do primeiro algarismo;

  • O cursor deve estar imediatamente à frente do algarismo final, para que a macro – e a biblioteca – possa funcionar;

Se seu Word está em inglês, a macro em MACRO.TXT não vai funcionar.


Evitando reiniciar o computador.

Se você, por qualquer motivo, escolher desligar o computador e depois lembrar-se que precisa fazer mais alguma coisa, é possível simplesmente digitar ‘WIN’ quando aparecer a tela “Seu computador já pode ser desligado com segurança”, para voltar ao Windows. Se quiser ir para o prompt do DOS, digite apenas
‘MODE CO80’. Isso acontece porque o Windows apresenta uma tela gráfica, mas na verdade ele esta em um normal do DOS.

Instalando o Tweak UI

O nome é estranho, mas o produtinho é excelente. O Tweak facilita a configuração de dezenas de itens do sistema. Sem ele, você seria obrigado a correr os riscos de mexer no Registro para obter os mesmos resultados. O Tweak vem no CD do Windows 98 – pasta tools\reskit\powertoy. Para instalá-lo, clique com o botão direito no arquivo Tweakui.inf e escolha Instalar. O programa se torna uma opção no Painel de Controle.

Aumente a velocidade de impressão

O padrão do Windows é fazer spooling da impressão. Esse recurso é uma rotina em segundo plano que grava os dados em arquivos temporários de seu diretório C:\Windows\Temp. Embora isto lhe permita realizar outras tarefas durante a impressão, o desempenho é menor. Siga esses passos se quiser eliminar esse processo 1. Na maioria das impressoras, você pode desligar o spooler indo em Iniciar | Configurações | Impressoras. Clique com o botão direito no ícone da impressora que está utilizando. 2. Clique em Propriedades e selecione a guia Detalhes. Clique no botão Configuração do spool na parte inferior da caixa de diálogo. 3. Selecione a opção Imprimir diretamente para a impressora. Isto amarrará seu aplicativo até que a impressora tenha todos os dados, mas seu trabalho de impressão deve terminar mais rapidamente. A impressão direta para a impressora também será útil se seu spooler de impressão entrar em pane e você precisar imprimir antes de reinicializar o PC.

Mude o nome que você registrou na instalação do Windows
Se ao instalar o Windows 95 você cometeu algum engano na hora de colocar o seu nome, aproveite esta dica para fazer a correção. Acione o Regedit (editor de registro do Windows que se encontra no diretório System.

No menu Editar do programa aciona a opção localizar.

Digite: RegisteredOwner e pressione o botão Localizar próxima.

Quando encontrada a palavra-chave clique nela com o botão contrário do mouse e selecione a opção Modificar.

Digite então o nome adequado na lacuna Dados do Valor.

Se quiser mudar o nome da Organização a que pertence, procure por RegisteredOrganization um pouco acima de RegisteredOwner.

Acelere o Menu Iniciar
Os segundos de espera na abertura do Windows às vezes parecem uma eternidade se estamos com pressa. Enquanto o programa não carrega tudo que tem direito temos que esperar o botão iniciar “reagir” para dar partida nos programas…

Mas existe uma maneira de acelerar 100% a leitura dos itens deste botão e fazer com que o Windows já esteja pronto para ser acionado, assim como todos os seus atalhos, antes que termine de carregar tudo. Basta acionar o programa regedit.exe que está dentro do diretório do Windows (pode ser pelo botão iniciar/executar – c:\windows\regedit.exe) e criar dentro da chave HKEY_CURRENT_USER\control painel\desktop uma nova chave. Clique com o botão direito do mouse dentro do espaço em branco que aparece na tela do lado direito e escolha no menu do mouse a opção nova chave, nomeie-a como MenuShowDelay (cuidado com as maiúsculas, tem que ser exatamente assim), e coloque como valor dentro das aspas “” o número 1. Quanto maior o número mais tempo terá que esperar para acionar o botão iniciar.

Inicialização mais rápida no Windows 98

É possível agilizar o processo de boot mandando que o Windows não procure o driver de disquete. Ainda será possível usar o driver, mas o Win98 só o procurará quando seu ícone for clicado em Meu Computador.

Dê um clique com o botão direito em Meu computador, escolha Propriedades e selecione a guia Performance. Clique no botão Sistema de Arquivos, depois na guia Driver de disquete. Desmarque a opção “Procurar novos drivers de disquete cada vez que o computador for inicializado”.

É fácil checar o Registry no Win98

O Windows 98 vem com uma maneira prática de checar o Registry quanto a erros. Lance o utilitário Microsoft System Information (MSI) a partir de Iniciar/Acessórios/Ferramentas de Sistema/Informações do Sistema, depois selecine o Registry Checker a partir do menu Ferramentas.

Fazendo o Windows avisar quando chega uma mensagem

Se você costuma permanecer por longos períodos conectado à Internet e ajustou seu programa de correio eletrônico para verificar periodicamente o servidor de seu provedor em busca de mensagens, pode ser avisado com um sinal sonoro toda vez que houver novas mensagens. Fazer o ajuste é simples. O difícil é descobrir onde ele se esconde. Pois, ao invés de se aninhar entre as opções do programa de correio eletrônico, como seria de esperar, ele se oculta nas entranhas do objeto “Sons” do Painel de Controle. Para solicitar que Windows o avise quando chegarem novas mensagens, abra o Painel de Controle, execute um clique duplo no objeto “Sons” e acione a barra de rolagem situada à direita da caixa “Eventos” até encontrar a entrada “Notificação de nova mensagem”. Selecione-a e clique na seta para baixo que aparece à direita da caixa “Nome” para exibir os nomes dos arquivos de sons no formato .Wav disponíveis. Escolha um deles clicando sobre seu nome e ouça-o clicando na seta para direita que aparece à direita da caixa “Amostra” (se nenhum dos arquivos disponíveis for do seu agrado, você pode escolher qualquer outro clicando no botão “Procurar”, e selecionando o arquivo desejado dentre os existentes em seu disco rígido). Quando encontrar o som mais adequado (o padrão é o arquivo Notify.Wav), feche a caixa clicando no botão OK. Por outro lado, se Windows lhe avisa com um som toda vez que recebe uma nova mensagem e isso o incomoda, você pode desabilitar a notificação através do procedimento acima descrito, porém escolhendo a opção “(nenhum)” para o nome do arquivo de som. Essa dica funciona com qualquer programa que suporte a interface de programação de aplicativo de mensagem (MAPI, ou Messaging Application Programming Interface) de Windows 9x.

Atalho p/ desligamento rápido do PC

Clique na área de trabalho c/ botão direito do mouse e escolha novo atalho. Na linha de comando escreva, ou copie e cole:

C:\WINDOWS\RUNDLL.EXE user.exe,exitwindows

Agora dê o nome que desejar e escolha a tecla de atalho se quiser.

Reiniciando o sistema.

Quando você precisar reiniciar o Windows para completar a instalação de algum programa, e possível faze-lo sem ter que reiniciar o computador e esperar toda a seqüência de boot. Basta clicar no Menu Iniciar, Desligar. Escolha a opção Reiniciar o Computador. Agora , mantenha a tecla Shift pressionada, enquanto clica no botão OK. Pronto, seu Windows será reiniciado!

Lidando com arquivos temporários

Os arquivos temporários são normalmente armazenados no diretório C:\WINDOWS\TEMP. São arquivos abertos por diversos programas, para serem usados como “rascunho”. Normalmente esses arquivos são apagados ao final do processamento, mas alguns programas realmente esquecem de fazê-lo. Em certos casos, podemos ter megabytes ocupados com arquivos temporários. Uma boa coisa a fazer é apagá-los durante o processamento do arquivo AUTOEXEC.BAT. Acrescente então, a seguinte linha no seu AUTOEXEC.BAT:

DEL C:\WINDOWS\TEMP\*.TMP

Parâmetros Interessantes do Comando DIR:

O comando DIR possui diversos parâmetros opcionais, alguns de interesse para nosso dia-a-dia. Abaixo uma seleção dos comandos DIR com alguns dos meus parâmetros favoritos (se você gostar de algum digite a forma correta no lugar do indicado na etapa “Criação do Arquivo Batch” anteriormente indicada:

  • DIR /W – mostra uma listagem resumida, com 5 arquivos por linha (economiza papel e tempo);

  • DIR /S – mostra a listagem de todos os sub-diretórios abaixo do selecionado (ideal se você precisa documentar toda uam estrutura numa única ação;

  • DIR /ON – mostra a listagem por ordem de nome dos arquivos;

  • DIR /OD – mostra a listagem por ordem de data de criação ou alteração dos arquivos;

  • DIR /OS – mostra a listagem por ordem de tamanho dos arquivos;

  • DIR /OA – mostra a listagem por ordem de data do último acesso dos arquivos;

  • DIR /V – mostra uma listagem com informações adicionais (% de compactação do arquivo e data do último acesso do arquivo);

Limpando meus Documentos.
Você pode manter sua pasta Documentos do menu Iniciar sempre limpa. Execute o Bloco de Notas (Iniciar | Acessórios | Bloco de Notas). Digite as seguintes linhas:

@ECHO OFF
IF EXIST C:/WINDOWS/RECENT/*.*
DELTREE /Y C:/WINDOWS/RECENT/*.* > NUL
@ECHO ON
Salve o arquivo, na raiz (pasta C:/), como DELDOCS.BAT.

Abra o arquivo AUTOEXEC.BAT e digite a linha:
CALL DELDOCS.BAT
Salve o arquivo e saia do Bloco de Notas. Pronto. Toda vez que seu computador for inicializado, a pasta Documentos estará limpa.

Não inicializando certos programas.
Você está cansado de ver aqueles ícones como o Monitor de Sistema no canto direito inferior de seu monitor, sem nunca usá-los ? Então procure os culpados e retire-os de lá. Primeiro vá através do Explorer em C:\Windows\Menu Iniciar\Programas\ Iniciar, retire alguns culpados de lá. Depois digite REGEDIT em Executar e localize a seguinte pasta HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Microsoft\Windows\ CurrentVersion\Run, siga os caminhos dos arquivos, e decida se eles são necessários ou não. Caso não seja, delete esta entrada. Não esqueça de verificar as sub-pastas, e de antes de fazer qualquer alteração no Registro, faça um Backup. O último lugar onde encontrar estes devoradores de memória, é no arquivo WIN.INI, procure as linhas que começam com LOAD= e RUN=, verifique se são necessários na inicialização, e, delete-os.

De bitmap para ícone

Você pode transformar a imagem de qualquer arquivo bitmap – arquivo gráfico com extensão BMP – em ícone. Antes de saber como fazer isso, observe que, por principio, no Windows 95 só pode mudar o ícone de atalhos, nunca do executável, de arquivos, dispositivos de atalhos, nunca do executável, de arquivos, dispositivos ou pastas originais. Portanto, escolha o atalho cujo o ícone você deseja modificar e faça o seguinte.

Clique nele com o botão direito do mouse.

No menu contexto, selecione propriedades.

Na janela Propriedades, clique na guia Atalho e, a seguir no botão Alterar Ícone.

Na próxima tela, acione o botão procurar.

Escolha a Arquivos do Tipo – Todos os Arquivos.

Vá até o drive ou diretório onde está o bitmap que deseja utilizar como ícone.

Dê um duplo clique no arquivo.

Em seguida, acione OK, clique em aplicar e, finalmente, em OK.

Esse procedimento é interessante quando se tem, por exemplo, o logotipo da empresa e se deseja utiliza-lo como ícone de um programa.

Usando as teclas de cursor no lugar de um mouse

Você pode mover o cursor sem usar o mouse ativando as Teclas do Mouse. Clique duas vezes no ícone Opções de Acessibilidade do Painel de Controle, clique na guia Mouse e, em seguida, clique em “Utilizar Teclas do Mouse”.

Desligue Rápido

Clique o botão Iniciar | Executar. Digite NOTEPAD e pressione Enter. No Bloco de Notas, digite c:\windows\rundll32.exe USER.EXE,ExitWindows e pressione Enter.
Salve o arquivo com o nome de desligar.bat e crie um atalho na área de trabalho. Sempre que você quiser desligar o Windows, basta dar um duplo clique neste ícone.

Mais que Desfragmentar

Além de desfragmentar, o desfragmentador de Disco Windows 98 pode colocar os arquivos dos programas que você mais usa à frente do disco para acesso mais rápido. Ele administra este truque mantendo um arquivo de registro (log) para identificar quais aplicativos que você mais usa. Se a lista mudou desde a última vez que você desfragmentou , reordenar os arquivos podem melhorar o desempenho do sistema.

Se você quer verificar a configuração deste recurso, execute o Desfragmentador de Disco selecionando Iniciar | Programas | Acessórios | Ferramentas de Sistema | Desfragmentador de Disco. Se fizer isso utilizando a caixa de dialogo Propriedades da unidade de disco rígido, o utilitário começará a desfragmentar imediatamente o disco. Mas se o fizer por meio do Menu Iniciar, você verá primeiro a janela de seleção de unidade. Clique a opção “Rearranjar arquivos de programas para estes iniciarem mais rápido”.

Feche programas voando

Para fechar qualquer programa no ato do desejo, basta pressionar ALT + F4.

Como Visualizar as Novas Fontes Antes de Instalar ?

Se um amigo lhe passar um CD cheio de fontes TrueType para seu Windows, ao invés de tentar instalar todas elas, e entulhar seu disco rígido, já meio cheio, você pode visualizar cada fonte, de uma maneira bem simples, e direta, seguindo os seguintes passos:

Clique no botão INICIAR;

depois clique em PROGRAMAS;

e depois em WINDOWS EXPLORER;

navegue para o diretório onde estão as fontes que você quer instalar;

selecione a fonte que você quer visualizar;

dê um duplo clique no arquivo.

Pronto o Windows mostra uma janela com a fonte em vários tamanhos – além de outras informações sobre a fonte em si. Depois é só instalar aquelas que forem mais interessantes para as suas necessidades de momento.

Como Imprimir uma Amostra de Suas Fontes?

Quantas, quais, e como são as fontes que estão instaladas em seu disco rígido agora mesmo? Como se parece aquela fonte de nome estranho, que você viu no outro dia?.

Para ter uma amostra impressa de suas fontes siga as seguintes etapas:

Clique no ícone de MEU COMPUTADOR;

depois dê um duplo clique na pasta do PAINEL DE CONTROLE;

em seguida dê um duplo clique no ícone FONTES;

selecione – no menu EDITAR – a opção SELECIONAR TUDO

(ou selecione apenas as fontes que forem desejadas);

escolha a opção ARQUIVO IMPRIMIR;

Pronto suas fontes estão documentadas – facilitando sua vida quando precisar uma fonte diferente, específica para dar “o seu recado particular”.

Como Remover os Arquivos Abertos Mais Recentemente ?

Como você sabe os últimos documentos abertos – pelos usuários de seu micro – podem ser apagados do menu INICIAR * DOCUMENTOS, de uma maneira simples e direta:

Navegue até a pasta <c:\WINDOWS\RECENT>;

delete todos os atalhos que estão lá gravados;

Mas se no seu micro estiver habilitada a opção de PERFIS DE USUÁRIOS você terá de procurar um pouco mais fundo:

os atalhos para seus últimos documentos, abertos, estão dentro das pastas <c:\WINDOWS\PROFILES\[nomeusuario]\RECENT>

(onde cada usuário tem o seu próprio diretório de documentos usados mais

recentemente)

. Para usários do Internet Explorer 4.0, entretanto, a solução é muito mais prática:

Vá navegando pelo menu INICIAR * DOCUMENTOS;

aponte para cada atalho de documento a apagar;

clique com o botão direito do mouse;

selecione a opção EXCLUIR;

Super fácil esta novidade do Internet Explorer 4, não é?

Como Alterar os Fontes dos Ícones do Windows 95?

O Windows 95 permite que se altere uma série enorme de características de seu Desktop. Uma delas é alterar o fonte e/ou tamanho das legendas dos ícones. Como fazer? Fácil:

  • Ache um espaço, no seu Desktop, livre de qualquer ícone ou janela;

  • Dê um clique com o botão direito do mouse;

  • No menu de contexto que se abre selecione a opção Propriedades;

  • Clique na aba Aparência;

  • No campo Ítem selecione a opção Ícone;

Altere as opções do campo Fonte, para o tipo de fonte, tamanho, e estilo desejados;

Torne o Windows mais ágil com a tecla Winkey

Os teclados mais recentes para PC trazem, entre as teclas Control e Alt, um botão com o símbolo do Windows. Usada basicamente para exibir o menu Iniciar, essa tecla, conhecida como Winkey, esconde inúmeras funções. Os diversos atalhos oferecidos pela Winkey dão mais agilidade à operação do Windows 95 – e funcionam também no NT.  Boa parte desses atalhos permite o acesso direto a funções comuns do Windows, como Localizar e Executar. Experimente teclar Winkey e R (de Run): a janela Executar aparece de forma instantânea. Ao pressionar Winkey e F (de Find), a janela Localizar surge na tela. Já a seqüência Winkey e E, por sua vez, traz para o monitor a janela do Windows Explorer.  Quem costuma trabalhar com várias janelas abertas simultaneamente deve aprovar o comando Winkey e M. Com ele, todas as janelas são minimizadas, liberando o desktop. Para restaurar as janelas, basta teclar Winkey, Shift e M. Quer conferir as propriedades do sistema? Sem problemas: tecle Winkey e Break.  Com alguns utilitários, a tecla Winkey pode ser programada pelo usuário para, por exemplo, ativar o browser ou exibir o Painel de Controle. Um desses programas é o WinKey. Disponível gratuitamente na Internet, o programa pode ser encontrado no site http://www.agents-tech.com/winkey.

Como disparar programas na carga do Windows

Se você é daqueles que sempre carregam os mesmos programas todo dia, saiba que não é preciso carregá-los um a um, de forma manual. Um truque simples, válido para as versões 95 e 98 do Windows, permite que aplicativos comecem a rodar durante a carga do próprio sistema operacional.

De forma geral, basta criar atalhos para os programas mais usados e jogá-los em uma pasta. Mas não é uma pasta qualquer: tem de ser a Iniciar. Para encontrá-la, abra Meu Computador, dê dois cliques no drive C e vá abrindo as pastas Windows, Desktop, Menu Iniciar e Programas, em seqüência. Essa última deverá conter a pasta Iniciar.

Para criar os atalhos dos programas mais usados será preciso outra “ação investigativa”. Use como exemplo o Netscape Navigator. Dê dois cliques em Meu Computador e abra o drive C. Em seguida, abra a pasta Arquivos de Programas, Netscape, Communicator e Program. Clique o arquivo Netscape.exe com o botão direito do mouse e arraste-o para a pasta Iniciar. No menu flutuante, escolha a opção Criar Atalho.

O trabalho pesado termina aqui. Da próxima vez que o sistema for ligado, o browser da Netscape surgirá na tela de forma automática (lembre-se que levará o mesmo tempo que antes). Para incluir outros aplicativos na pasta Iniciar será preciso encontrar o arquivo .exe correspondente.

Como se livrar dos ícones da Systray no Windows 98

Na barra de tarefas do Windows 98, sempre há alguns ícones à esquerda do relógio. Eles ficam em uma área chamada System Tray (Systray). Eles representam alguns dos aplicativos que rodam nos bastidores do sistema. Livrar-se deles, no Windows 95, era complicado. Na versão 98, a Microsoft conseguiu tornar a tarefa mais fácil.  Clique Iniciar, escolha Executar e, no campo Abrir, digite “msconfig” (sem as aspas). O comando provocará a carga do discreto utilitário. Entre outras qualidades, o Msconfig permite criar perfis de “boot”: para cada perfil, pode-se escolher o que deve ou não ser carregado na memória. Drivers, comandos do Autoexec, módulos e programas auxiliares podem ser deastivados.  Para esse truque, alguns passos simples bastam. No Systray, clique na ficha Inciar e encontre, na janela da ficha, a linha que corresponde à aplicação indesejada. Desmarque a caixa correspondente à opção. Em seguida, clique Ok. O Windows solicitará um “reboot”. Autorize e espere o resultado. O micro será reinicializado e, quando a tela do desktop for reexibida, o ícone não fará mais parte da Systray.  Manobra radical: se houver escassez de recursos do sistema (visível clicando-se o ícone Meu Computador com o botão direito e escolhendo Propriedades | Desempenho), experimente teclar Control-Alt-Del, marcar a linha Systray e clicar Finalizar Programa. Em alguns casos, pode-se retomar até 20% dos recursos consumidos.

Como apressar o desligamento do Windows 98

Quando se está com pressa não há como tolerar a demora no desligamento do PC. Os mais impulsivos apertam o botão liga-desliga e pronto – mas sabem que, no dia seguinte, terão de rodar o ScanDisk em busca de pedaços de arquivos perdidos. Para os equilibrados, há uma forma de apressar o Windows 98 sem comprometer a segurança do HD.  Clique com o botão direito mouse em uma área livre do Desktop. Escolha Novo e, em seguida, Atalho. O assistente para criação de atalho surgirá na tela. Digite, no campo Linha de Comando, a seguinte instrução: c:\windows\rundll.exe user.exe,exitwindows. (Dê um espaço antes de user.exe) Clique o botão Próximo e, na tela seguinte, digite um nome para o atalho, como “Desligue Já!”. Depois, clique o botão Terminar.  Quando quiser desligar o Windows 98, dê dois cliques no ícone do novo atalho – o sistema sairá do ar sem exigir confirmação. Claro que o truque não impede a verificação dos periféricos ou a atuação de utilitários de manutenção, responsáveis pela maior parte do tempo de shutdown. Mas economiza tempo precioso, desde que seja usado com atenção.

Como impedir a carga automática de programas no Windows

A carga automática de programas no Windows 95 pode irritar alguns usuários. Se é o seu caso, a solução é vasculhar o sistema e neutralizar tais comandos – a começar pela pasta Iniciar.

Abra as pastas Windows | Menu Iniciar | Programas | Iniciar. Se existir um atalho que aponte para o programa inconveniente, há duas saídas: apagá-lo (e perder a chance de mudar de idéia) ou guardá-lo em outra pasta, até que se tenha certeza do sucesso da alteração.

Se o atalho não for encontrado, será preciso examinar o banco de dados Registry. Rode o programa Regedit (clique Iniciar | Executar, digite Regedit e clique Ok). Abra as pastas HKEY_LOCAL_MACHINE\ SOFTWARE\Microsoft\Windows\ CurrentVersion\Run. Se houver uma chave para o programa procurado, clique-a duas vezes e digite, à frente do conteúdo atual da chave, a palavra REM. Clique Ok.

Vale a pena pesquisar também as chaves da pasta RunServices. Ela fica em HKEY_LOCAL_MACHINE\ SOFTWARE\Microsoft\Windows\ CurrentVersion. Para cada chave suspeita, clique-a duas vezes e digite, antes do conteúdo, a palavra REM. Em seguida, clique Ok.

O último refúgio de um comando de carga automática é o arquivo Win.ini. Rode o programa Sysedit e clique a janela do Win.ini. Procure, na seção [windows], as linhas “load=” e “run=”. Se encontrar a chamada ao programa, faça uma cópia dessas linhas e apague as referências ao programa. No começo da linha original, digite um ponto-e-vírgula (;). Dessa forma, ela será interpretada como com entário.

Como transferir textos entre o Windows e janelas do MS-DOS

A instalação de jogos e aplicativos pode envolver instruções do DOS. Geralmente o usuário clica Iniciar | Programas | Prompt do MS-DOS e escreve os comandos. Mas seria bem mais fácil copiá-los de um manual em Word diretamente para a linha do DOS, sem erros. É para isso que existem, no Windows 95, os comandos Copiar e Colar.

Para testá-los, carregue o aplicativo WordPad e abra uma janela do MS-DOS. No WordPad, escreva um comando DOS, como “dir/w”. Com o mouse, marque o trecho digitado. No menu superior, escolha Editar | Copiar (ou pressione as teclas Control e C, a partir do teclado). No DOS, clique o botão Colar (com ícone de prancheta). O comando digitado no WordPad aparecerá. Para executá-lo, pressione Enter.

A operação inversa — copiar textos do DOS para o WordPad — é igualmente simples. Na janela DOS, clique Marcar (é o botão com um quadrado em linha pontilhada). Clique o início do trecho e arraste o mouse até marcar toda a área desejada. Quando terminar, clique o botão Copiar (que tem o desenho de folha de papel). Para obter o texto no WordPad, escolha Editar | Colar ou pressione Control-V.

Vale lembrar que, para que os botões de edição possam ser vistos, é preciso reduzir a janela DOS. Se o DOS ocupa toda a tela quando é chamado, aperte as teclas Alt e Enter ao mesmo tempo. Os comandos Copiar e Cortar são encontrados em qualquer aplicativo para Windows. Portanto, são válidos em qualquer editor — e não apenas no WordPad.

EXPLORER

Explorer não mostra as extensões de alguns arquivos

Se o Explorer não mostra as extensões de alguns arquivos, selecione exibir/opções e desmarque “Ocultar extensões…”

Duas seções do Explorer lado a lado

Querer é poder – se você quiser duas janelas do Explorer, abra duas vezes o programa e clique na barra de ferramentas com o botão contrário do mouse. Escolha no menu que se abre a opção Lado a Lado Vertical ou Horizontal.

Veja as propriedades de um arquivo rapidamente

Dê um duplo clique no arquivo que você deseja ver as propriedades mas mantenha a tecla ALT pressionada. – ALT + Duplo clique (como se fosse acionar um programa).

Fazendo o Windows Explorer abrir diretamente no diretório D e não o C:

Clique na área de trabalho c/ botão direito do mouse e escolha novo atalho. Na linha de comando escreva, ou copie e cole:

C:\WINDOWS\EXPLORER.EXE /n,/e,D:\

Agora dê o nome que desejar e escolha  a tecla de atalho se quiser.

Abrir com

Para abrir um arquivo associado com outro programa, mantenha pressionado SHIFT e use o botão direito do mouse para clicar no arquivo. Clique em Abrir Com no menu para abrir o arquivo com outro programa.

Explorer Personalizado Dois caminhos para acesso a drives e pastas

É possível abrir o Windows Explorer diretamente numa pasta desejada. Digamos que você quer abrir no drive D. Há dois caminhos. Clique com o botão direito numa área livre do desktop, escolha Novo/Atalho e, em Linha de Comando, digite a seguinte linha: c:\windows\explorer. exe /e,/root,d:\

Essa opção abre o Explorer exclusivamente para a pasta d:\ e suas subs (não há acesso para outros drives). A segunda opção é: c:\windows\explorer.exe /e,d:\

Nesse caso, o programa põe o foco em d:\, mas os outros drives ficam disponíveis.

Teclas de atalho

[Teclas de aceleração e outras]

Pasta Geral / Atalhos do Windows Explorer para um objeto selecionado:

Teclas: Ação:
F2
Renomear
F3
Localizar
CTRL+X,C,V
Recortar, Copiar ou Colar
SHIFT+DELETE
Excluir imediatamente sem colocar o arquivo na Lixeira.
ALT+ENTER
Propriedades
ALT+clique duplo
Propriedades
CTRL+clique
direito Colocar verbos alternativos no menu contextual Abrir com
SHIFT+ clique duplo
Explorar o objeto se houver um comando Explorar
CTRL+arrastar um arquivo até uma pasta Copiar um arquivo
CTRL+SHIFT+arrastar um arquivo até a área de trabalho ou uma pasta Criar um atalho
CTRL+ESC,ESC,TAB,
SHIFT+F10 Abrir propriedades da barra de tarefas

[Controle geral sobre pastas/Windows Explorer]

F4 (Explorer) Exibe a caixa de combinação
F5
Atualiza
F6
Alterna entre painéis no Explorer
CTRL+G
(Windows Explorer) Ir para
CTRL+Z
Desfazer
CTRL+A
Selecionar tudo
BACKSPACE
Vai para a pasta pai
SHIFT+
Fecha esta pasta e todas as suas pastas pais


[No Windows Explorer]

Num* Expande tudo sob a seleção
Num-
Expande a seleção
Num+ ou Seta à direita
Reduz a seleção
Seta à direita
Expande a seleção atual, se estiver reduzida; caso contrário, vai para a primeira pasta filha
Seta à esquerda
Reduz a seleção atual, se estiver expandida; caso contrário, vai para a pasta pai

[Em Propriedades]

CTRL+TAB/
CTRL+SHIFT+TAB
Alterna entre guias Propriedades

[Nas caixas de diálogo normais Abrir/Salvar]

F4 Abre a lista de locais
F5
Atualiza a tela
Backspace
Vai para a pasta pai se o foco estiver na janela de visualização

[Comandos gerais apenas de teclado]

F1 Ajuda
F10
Modo Vai para Menu
SHIFT+F10
Menu contextual para o item selecionado
CTRL+ESC
Acessa o menu Iniciar
CTRL+ESC,
ESC Foco no botão “Iniciar”
SHIFT+F10
Menu contextual
ALT+TAB
Alternar para o programa em execução
SHIFT
enquanto insere o CD Ignora auto-execução
Alt+M
quando o foco está na barra de tarefas Minimiza todas as janelas

[Teclas de acessibilidade]

Tocar SHIFT 5 vezes Liga/desliga Teclas de Aderência
Manter pressionada SHIFT Direita por 8 segundos
Liga/desliga Teclas de Filtragem
Manter pressionada NumLock por 5 segundos
Liga/desliga Teclas de Alternação
ALT Esq+SHIFT Esq +NumLock
Liga/desliga Teclas do Mouse
ALT Esq+SHIFT Esq +PrintScreen
Liga/desliga AltoContraste

[Teclado MS Natural Keyboard]

Win+R Caixa de diálogo Executar
Win+M
Minimizar Tudo
SHIFT-Win+M
Desfazer Minimizar Tudo
Win+F1
Ajuda do Windows
Win+E
Explorer
Win+F
Localizar Arquivos ou Pastas
CTRL+Win+F
Localizar Computador
Win+Tab
Alternar entre os botões da barra de tarefas
Win+Break
Tecla aceleradora de PSS… (propriedades de Sistema)

Como Navegar Mais Fácil com o Windows Explorer?

O Windows Explorer é fabuloso para se navegar pelos diretórios, sub-diretórios, e sub-sub-diretórios de nosso Disco Rígido. Mas se você está apenas precisando dar uma “olhada” e quer ver o conteúdo de uma pasta, sem realmente abrir o painel de visão da direita, sem precisar dar um duplo clique em cada pasta? Fácil:

  • basta clicar no sinal de + à esquerda da pasta desejada.

  • Pode-se ir abrindo cada sub-pasta apenas dando cliques no sinal de +.

  • Para reverter o processo, fechando as pastas, basta clicar no sinal de – (que ficou no lugar do + inicial) que as pastas vão se fechando.

  • Pode-se fechar todas de uma única vez clicando no sinal de da pasta de maior nível que foi aberta.

Como Criar Novas Pastas Rapidamente?

A criação de pastas no Windows 95 é fácil, depois que penamos até descobrir o jeito. Porém no Windows 95 quase tudo tem 2 ou 3 modos diferentes para fazer a mesma coisa. Cabe a você escolher aquele se adapta melhor à sua maneira de ser ou trabalhar.

Para criar as novas pastas podemos lançar mão de 2 ações básicas:

  • Estando no Windows Explorer, ou no Meu Computador, navegue até o local onde deseja criar uma nova pasta, ex.: TEMP; clique no menu Arquivo, coloque o cursor sobre a opção Novo, e clique na sub-opção Pasta; digite um nome para a nova pasta e tecle [ENTER];

  • Estando no Windows Explorer, ou no Meu Computador, navegue até o local desejado e pressione o botão direito do mouse sobre a pasta onde você quer embutir a nova pasta; clique no menu Arquivo, coloque o cursor sobre a opção Novo, e clique na sub-opção Pasta; digite um nome para a nova pasta e tecle [ENTER];

Mas tem um jeito mais fácil, e mais rápido, ainda:

Estando no lugar desejado para criar a nova pasta, basta pressionar as teclas [ALT][A][N][P], e dar um nome para a nova pasta. Neste caso [ALT][A] abre o menu Arquivo, [N] seleciona a opção Novo, e [P] usa a sub-opção Pasta. E você pode pressionar as 4 teclas simultâneamente ou então [ALT][A] soltar e depois, em sequência, [N] e [P].

Refinar busca no Altavista

No Altavista, uma forma de reduzir o número excessivo de ocorrências encontradas é estabelecer um intervalo de datas. Neste caso, serão exibidas apenas as ocorrências com data dentro do período estabelecido. Para isso:
1. Clicar em Advanced
2. Preencher em Range of dates, a data inicial após “From:” e a data final do período após “To:” no formato 15/Mar/98.

Teclas de atalho para browser

Essas combinações de teclas úteis funcionam tanto no Netscape Navigator como no Internet Explorer.
[Ctrl] A – Selecionar tudo
[Ctrl] B – Organizar Favoritos/Marcadores
[Ctrl] C – Copiar
[Ctrl] F – Localizar
[Ctrl] N – Abrir janela nova
[Ctrl] O – Abrir caixa Endereço
[Ctrl] P – Imprimir
[Ctrl] R – Atualizar/recarregar
[Ctrl] S – Salvar
[Ctrl] V – Colar
[Ctrl] X – Cortar
[Esc] – Parar
[Alt][F4] – Fechar
[Alt][Seta da Esquerda] – Voltar
[Alt][Seta da Direita] – Avançar
[F10] – Ativar barra de menus

Atalho p/ enviar e-mail

Clique na área de trabalho c/ botão direito do mouse e escolha novo atalho. Na linha de comando escreva, ou copie e cole:

mailto:

Agora dê o nome que desejar e escolha  a tecla de atalho se quiser.

Trace a rota entre seu computador e um servidor da internet

Considere que a Internet é uma REDE DE COMPUTADORES.
O seu provedor está conectado a um link da Embratel, que por sua vez está conectada a algum lugar provavelmente nos EUA. Naquele país, outros elos se formam, e assim sucessivamente, de forma que o mundo todo está interligado.
Se você está conectado a um provedor Internet pela rede dial-up do Windows 95, é possível saber quais computadores estão entre você e o local onde está depositado determinada página.
Por exemplo: verificar qual é a rota de comunicação entre você e a Microsoft.
No Windows 95, abra uma sessão DOS (clique duas vezes no ícone prompt do DOS).
Na janela que se abrirá, digite: tracert http://www.microsoft.com.
Serão apresentados em sequência, endereços atravéz dos quais sua comunicação estará fluindo até chegar ao destino, que é o site da Microsoft nos EUA.

Recortar, marcar e colar

Uma dica muito interessante e útil, e que eu uso o tempo todo, é marcar um texto e guardá-lo na memória. Faça o seguinte: segure Shift e use as setas do teclado para marcar o texto – ou use o botão direito do mouse – você pode selecionar partes de um texto, linhas ou apenas palavras. Estando o texto selecionado segure Ctrl e aperte shift, agora o texto está na memória e pode ser colado em qualquer programa usando shift+insert. Eu uso muito este recurso durante programação ou quando estou nos chats.

Abrindo nova janela automaticamente

A maioria dos usuários costuma navegar de página em página na mesma janela do Internet Explorer simplesmente clicando nos links respectivos. Mas sabem que é possível abrir uma nova janela antes de saltar para a próxima página acionando a opção “New Window” do menu “File” ou simplesmente teclando Cntrl+N (acionando a tecla Control e premindo a tecla N simultaneamente) e desta forma manter duas (ou mais) janelas abertas sobre o desktop, cada uma exibindo uma página. O que a maioria não sabe é que isto pode ser feito automaticamente: se, ao clicar sobre um link, você apertar ao mesmo tempo a tecla Shift, a página correspondente será aberta em uma nova janela do Internet Explorer, mantendo a anterior na janela antiga.

Enviando um e-mail rapidamente

Clique com o botão direito do mouse sobre uma área vazia do seu desktop.

Selecione a opção Novo e em seguida Atalho.

Na Janela Criar Atalho, digite a seguinte linha de comando: mailto:endereço de email, tudo junto sem espaços. Clique no botão Avançar.

Em Selecione o Nome do Atalho, digite e-mail de meu amigo e em seguida concluir.

Pronto, agora sempre que desejar enviar um e-mail para seu amigo, clique no atalho criado em seu desktop.

Cuidados com seu Modem

A causa mais comum para o modem queimar é a incidência de raios.
Mas o raio não cai no modem, por que ele queima ? Quando o raio cai, ele induz corrente nas redes telefônica e elétrica, assim, como seu modem está ligado à rede telefônica ele é atingido pelo raio. Isto faz com que mesmo o raio caindo longe de sua casa chegue até o seu modem !! Raios são descargas elétricas altissímas, capazes de matar e destruir coisas.
Mesmo seu computador estando aterrado ele não está protegido contra os raios da linha telefônica !!
Mas se cair um raio e eu possuir o terra, o meu computador corre perigo ? Sim. Dependendo da violência da descarga seu computador será “torrado” pela passagem da energia até a descarga no terra. Na maioria das vezes o modem é avariado, sendo seu reparo feito somente nos EUA. Algumas vezes chega-se ao ponto de ter placas e componentes derretidos e até mesmo computadores completamente destruídos. Vale lembrar que raios não são cobertos por garantias de fabricante e pela maioria dos seguros de equipamentos.
Como resolver o problema ?
1.  Conecte o modem à rede telefônica somente quando for utilizá-lo. Desligar o micro não resolve, o modem queima mesmo estando tudo desligado, a melhor proteção é desconectar o cabo telefônico do modem.
2.  Não utilize o modem durante tempestades elétricas (aquelas em que se ouvem trovões etc). O problema não é a chuva, mas os raios (lembre-se que algumas vezes os trovões vem antes da chuva em si).
3.  Se possível compre e instale protetores de raio para telefones. Eles podem ser encontrados em lojas de telefonia e de materiais elétricos. Prefira os protetores que se ligam a fios terra, eles são mais seguros. (Não são caros)
Mesmo com a proteção, só ligue o modem quando for utilizá-lo.

Verifique o tempo de comunicação entre seu micro e um servidor internet

A Internet é uma REDE DE COMPUTADORES.
O seu provedor está conectado a um link da Embratel, que por sua vez está conectada a algum lugar provavelmente nos EUA. Naquele país, outros elos se formam, e assim sucessivamente, de forma que o mundo todo está interligado.
Quando você está conectado a um provedor Internet pela rede dial-up do Windows 95, é possível medir o tempo de comunicação entre seu computador e um determinado endereço.
Por exemplo: verificar qual é o tempo de comunicação entre você e o Yahoo.
No Windows 95, abra uma sessão DOS (clique duas vezes no ícone prompt do DOS).
Na janela que se abrirá, digite: ping http://www.yahoo.com.
Será apresentado o tempo de comunicação, entre seu computador até o site do Yahoo, nos EUA.

Crie uma galeria de fotos digitais com comandos HTML

Tirar fotos digitais é fácil, mas organizá-las no disco rígido é outra história. Para ter as fotos sempre à mão na hora de mostrá-las aos amigos, experimente a dica enviada pelo leitor Julio Augusto Toledo Veiga, de Piracicaba (SP). Com o editor Bloco de Notas do Windows, um browser Web e alguns comandos HTML, qualquer um pode construir sua galeria virtual.

Para fazer isso, copie os arquivos de imagem (com extensão .jpg e .gif) em uma única pasta. Carregue o Bloco de Notas e, em um documento novo, digite a seguinte linha de comando:

img src=”nome.ext” No lugar de “nome.ext”, digite o nome do arquivo de imagem (por exemplo, “verde.jpg”). As aspas também devem ser digitadas. Crie uma linha de comando para cada arquivo da pasta, teclando Enter ao fim de cada linha. Quando terminar, salve o documento na mesma pasta onde estão os arquivos de imagem. O nome do documento pode ser qualquer um, mas deve ser terminado com a extensão .htm.

Pronto. Agora, para visualizar sua galeria particular, basta dar dois cliques nesse arquivo. Com isso, o browser será imediatamente carregado e as fotos, exibidas. Como toque de sofisticação, experimente digitar, antes de cada linha de comando, o seguinte trecho:

p align=”center” Isso fará com que as fotos sejam centralizadas na janela.

Como enviar mensagens de e-mail pelo teclado

Um dos recursos pouco explorados do Windows é o Executar. A partir dele é possível rodar qualquer programa ou aplicativo, sem a necessidade de utilização do mouse.  Não se trata de uma ferramenta muito fácil, já que com dois cliques em um ícone um programa pode ser chamado. Mas o Executar guarda algumas surpresas. Uma delas é a possibilidade de enviar mensagens de e-mail por meio, exclusivamente, do teclado.  Para tanto, é necessário um computador equipado com um teclado com a tecla Windows, para acessar o menu Iniciar. Com o menu aberto, deve-se usar a letra de atalho para abrir o Executar (X para português e R, de Run, para inglês).  Na linha de comando deve-se escrever “mailto:” (sem as aspas) na frente do endereço para o qual se deseja enviar a mensagem. Automaticamente o programa default de e-mail será aberto e uma nova mensagem criada. Para incluir mais de um destinatário, basta usar ponto-e-vírgula entre os endereços.  Uma outra possibilidade é a inclusão do assunto da mensagem. Para tanto, após o endereço, use o comando ?subject=”Este é o assunto da mensagem”. Dessa forma, a linha de comando fica mailto:login@provedor.com.br?subject=”Este é o assunto da mensagem”.  A inclusão de assunto na mensagem funciona perfeitamente para usuários de Outlook e Outlook Express. Usuários do Netscape Messenger,no entanto, não conseguem incluir mais de uma palavra e não devem utilizar aspas.

Acelere as conexões discadas à Internet com o Windows 98

Em Informática de 8/6/98 (disponível no site do NetEstado), Truques e Toques mostrava como melhorar, no Windows 95, o desempenho de conexões discadas à Internet. O truque consistia em fazer um ajuste no banco de dados Registry e criar uma chave chamada MaxMTU, com o valor de 576 – ou alterá-la, caso existisse, de 1.500 para 576. A dica também vale para o Windows 98, mas não é necessário abrir o capô do Windows para alterá-lo. Na versão mais nova, a opção MTU (de Maximum Transmission Unit, valor que define quantos bytes serão colocados em cada pacote enviado à rede) tornou-se mais acessível.

Para consultá-la, clique Iniciar, abra Painel de Controle e dê dois cliques em Rede. Na lista de componentes de rede, escolha Adaptador de Rede Dial-Up. Depois, clique o botão Propriedades e escolha a ficha Avançado.

Dentro da ficha Avançado há uma pequena janela chamada Propriedade. Selecione a linha Tamanho do Pacote IP. O campo à direita mostra a configuração atual, que deve ser Automático. Essa opção tenta ajustar o tamanho do MTU à velocidade da conexão. Outras opções possíveis são Pequeno, Médio e Grande. Para ajustar o valor do MTU às conexões discadas, escolha Pequeno (valor de 576). Médio fixa o MTU em 1.000, enquanto o Grande, com valor de 1.500, é mais indicado para conexões com redes locais.

Use o teclado para ganhar tempo na Internet

Ícones e mouses são fáceis de usar. Mas, quando se tem pressa, nada é mais ágil que o teclado. Essas seqüências de teclas, também chamadas de hotkeys, substituem o arrastar do mouse e a procura de comandos em menus. Vários recursos do browser Internet Explorer 5, por exemplo, podem ser ativados via teclado.  Para abrir um link em uma nova janela: mantenha a tecla Shift pressionada e clique no link com o botão esquerdo do mouse.  Para navegar entre páginas já lidas: mantenha a tecla Alt pressionada e clique nos botões de seta. Seta para esquerda trará a página anterior; seta para direita levará à página posterior.  Para fechar e abrir janelas: para abrir uma nova janela, pressione Control e N. Para fechá-la, pressione Control e W.  Para escrever um endereço: se o endereço for do tipo http://www.empresa.com, digite “empresa” (sem as aspas) e pressione as teclas Control e Enter. O IE irá inserir os complementos necessários.  Para editar um endereço: com o ícone no campo Endereço, pressione Control e use os botões de seta para esquerda e direita. O cursor saltará para a próxima “quebra lógica” (sinal de barra ou ponto), para que seja possível editá-la.

Faça o PC receber e-mails assim que for ligado

Cansado de ter de discar manualmente para o provedor Internet? Se você usa o Outlook, esta dica pode ajudá-lo a aproveitar melhor o tempo. Primeiro, crie um atalho que aponte para o aplicativo Outlook.exe. Mova o atalho recém-criado para a pasta Iniciar – para localizá-la, dê dois cliques em Meu Computador, abra o drive C e as pastas Windows, Menu Iniciar, Programas e Iniciar.

Se o Outlook não tiver sido ajustado para discagem automática, vá ao menu principal e clique o item Ferramentas | Opções. Clique na ficha Entrega de Correio. Além das opções já marcadas, ative os itens “Desligar quando terminar de enviar” e “Discar automaticamente para verificar novas mensagens”.

Para o truque funcionar, só falta configurar a Conexão Dial-Up para salvar as informações de usuário e senha. Além disso, será preciso desativar a opção “Solicitar Informações Antes de Discar” (item acessível no menu da janela Conexão Dial-Up, opção Configurações). Esses dois passos foram explicados nos “Truques e Toques” publicados em 29/6/98, 6/7/98 e 2/11/98. Todos estão disponíveis para consulta no site do NetEstado (http://www.estado.com.br).

Proteja dados sigilosos no Internet Explorer

Um dos recursos do browser Internet Explorer 5.0, o AutoCompletar, pode comprometer a segurança na Internet. É que o recurso guarda as informações digitadas em formulários na Web, até mesmo dados de cartão de crédito, usuário e senha. Se mais de uma pessoa usa o mesmo PC, é possível que os dados de uma fiquem disponíveis para outra. A dica vale principalmente para portáteis, pois são mais sujeitos a roubo.

A forma de impedir isso é reconfigurar o Internet Explorer. Carregue o browser, leve o cursor ao menu principal e clique Ferramentas. Escolha o item Opções da Internet. Clique na aba da ficha Conteúdo. Em seguida, procure pelo botão Autocompletar. Clique-o para ter acesso à ficha Configurações de Autocompletar.

As configurações de Autocompletar permitem que se restrinja o uso do recurso. Como padrão, os itens “Endereços da Web” e “Nomes de usuários e senhas em formulários” estão ativados. Se o micro é usado por mais de uma pessoa, vale a pena deixar ligada apenas a opção “Endereços da Web”. Clique também os botões Limpar Formulários e Limpar Senhas.

Como saber se o e-mail foi lido pelo destinatário

Tecnologia e desconfiança caminham juntas. Um exemplo é o fax. Muitas pessoas ainda telefonam para o destinatário, só para saber se a mensagem chegou. Com o e-mail, a atitude pode ser substituída por um recibo eletrônico. O mecanismo é simples. Quando uma mensagem de e-mail é aberta pelo destinatário, outra mensagem é enviada automaticamente como resposta, apenas para indicar que a mensagem foi lida. Nem todos os programas contam com o recurso, mas quem usa Outlook 98 ou Netscape 4.0 pode usá-lo já.

Para acioná-lo no Netscape, clique o botão New Message (Nova Mensagem). O campo reservado aos destinatários esconde na verdade outras duas fichas, Arquivos Anexados e Configurações. Essas fichas tornam-se acessíveis por meio de pequenos ícones, à esquerda da caixa de destinatários. Clique no terceiro ícone, de cima para baixo. Nessa ficha, procure pela opção Return Receipt. Basta um clique para ativá-la.

No Outlook 98, o usuário deve clicar Nova Mensagem e, no corpo da mensagem, clicar a aba correspondente à ficha Opções. A seção Opções de Controle permite selecionar recibos para quando a mensagem for entregue ou lida.

O grau de colaboração entre os programas, contudo, é baixo. Usuários do Outlook podem pedir recibos a quem usa Netscape. Mas o inverso nem sempre funciona, porque o Outlook ignora as solicitações vindas do Netscape.

Faça backup de mensagens de e-mail no Outlook Express

Tudo indica que, no futuro, o correio será totalmente eletrônico. Se é assim, é bom que as empresas de software criem uma ferramenta para backup de e-mail, antes que a história de uma vida fique à mercê de uma falha de hardware. Até agora poucos fabricantes apontam alternativas para a deficiência. Uma exceção é a Microsoft, que mostra uma solução para usuários do Outlook Express.

Para guardar cópias das pastas do Outlook Express, feche o aplicativo. Crie uma pasta para receber o backup, como “Arquivo de E-mail”, por exemplo. Em seguida, procure as pastas de e-mail. Clique Iniciar e escolha Localizar | Arquivos ou Pastas. Na caixa Nome, escreva “*.mbx” (não digite as aspas) e clique Localizar Agora. Para cada pasta do Outlook Express haverá um arquivo .mbx. A Caixa de Entrada, por exemplo, chama-se Caixa de Entrada.mbx. Quando encontrá-los, copie-os para a pasta recém-criada.

Se for necessário restaurar alguma pasta, clique Iniciar, escolha Localizar | Arquivos ou Pastas e digite, no campo Nome, “*.mbx *.idx” (não digite as aspas). Caso exista um arquivo com nome igual ao que deve ser restaurado, marque-o com o mouse e pressione F2 para alterar o nome do arquivo existente (será preciso alterar tanto o .mbx como o .idx). Em seguida, abra a pasta de backup e copie o arquivo .mbx desejado para a pasta Mail (em C:\Arquivos de Programas\Outlook Express\Default User). Não é preciso copiar o arquivo .idx, pois ele é recriado durante a carga do Outlook Express.

Adicione voz ao e-mail sem entupir a Internet

Que tal empacotar sua voz e mandá-la pelo correio? Esse é um dos usos que se pode dar ao e-mail. E o PureVoice, um pequeno utilitário que a Qualcomm criou para o Eudora, torna a brincadeira mais fácil. A vantagem é a compactação: uma mensagem de 30 segundos só ocupa 44 Kb.

Obtenha o programa gratuito no site da Qualcomm (ht tp://www.eudora.com/pure voice). O arquivo tem 1,3 Mb e cabe em um disquete. Para começar a gravar, clique no botão vermelho. Fale ao microfone, observando o tempo decorrido e o tamanho final do arquivo. Quando terminar, clique no botão Stop. Salve o arquivo com o comando File | Save As. Depois, basta anexá-lo à mensagem usando seu programa de e-mail favorito. Quem tem o Eudora Pro 4.2, da Qualcomm, irá ouvir a mensagem de forma automática; usuários de outros programas terão de ter o PureVoice instalado.

Como criar resposta automática para os e-mails

Quando não se está em frente ao micro, as mensagens de e-mail vão-se acumulando na caixa postal e quem as mandou fica sem saber se foram recebidas. Uma solução é usar o recurso de resposta automática, que pode ser ativado tanto no servidor como no PC do usuário – nesse último caso, é essencial ter uma conexão permanente com a Internet, como em uma rede local.

Para ativar o serviço no Outlook Express 5, clique em File e selecione New | Mail Message. No corpo da mensagem, escreva o texto que será usado como resposta. Quando terminar, clique em File, escolha Save As e digite um nome para o arquivo. Certifique-se de que o tipo do arquivo seja “Mail (*.eml)”. Clique em Save e feche a janela New Message.

Para ativar a resposta automática, clique em Tools e escolha Message Rules | Mail (clique New se não for sua primeira regra). Selecione a condição de resposta (uma opção é “For All Messages”). Como ação da regra, clique em Reply With Message. Depois, clique no link “message”, na caixa Rule Description, e localize o arquivo .eml, que foi salvo no passo anterior.

Vale lembrar que o truque só funciona se o Outlook Express estiver configurado para checar periodicamente a caixa postal. Para ter certeza disso, clique em Tools, escolha Options e veja se a opção “Check for New Messages” está ativada. Se não estiver, marque-a – e determine o intervalo, em minutos, da verificação.

Deixe o HD livre de arquivos desnecessários

Ano-novo é época de desfazer-se dos arquivos que não servem mais. Para ajudar, a Internet oferece diversos utilitários, que funcionam em PCs com os sistemas Windows 95 ou 98. Um é o Disktective (http://www.freebyte.com/freeware). Sua função é elaborar um relatório sobre o consumo de bytes, por pasta. O programa tem limitações: não imprime a lista e não oferece filtros para pesquisa.

Os gráficos coloridos são o destaque do DiskState (http://geekcorp.com/diskstate). A versão demo indica o consumo do HD com um gráfico 3D tipo pizza. A navegação é feita por meio de uma lista de diretórios – clique em um deles e o gráfico será redesenhado. O DiskState encontra arquivos duplicados e cria relatórios classificados por tamanho, data de criação ou tipo de arquivo.

Em outro programa, o diskSpace Explorer (http://www.east-tec.com), o gráfico tipo pizza serve para navegar pelo HD. Passe o cursor sobre a fatia maior, e você descobrirá quanto espaço a pasta consome. Os arquivos também são representados – o espaço ocupado aparece no topo da janela. Uma das fichas da interface mostra até o espaço desperdiçado de acordo com o tamanho do cluster (menor pedaço alocável do disco).

Visualize imagens bitmap por meio do ícone

Quer transformar o conteúdo de um arquivo bitmap em seu próprio ícone? O truque, feito sob medida para os sistemas Windows 95 e 98, é possível e exige apenas uma mudança no banco de dados do sistema, o Registry.  Primeiro, carregue o programa Redegit. Clique o botão Iniciar e escolha Executar. Digite “regedit” (sem as aspas) e clique Ok.  O segundo passo é procurar, no Regedit, a chave DefaultIcon associada ao programa Paint. Será preciso expandir as chaves HKEY_CLASSES_ROOT e PAINT.PICTURE (clique nos sinais “+” à esquerda de cada chave).  Clique em DefaultIcon. Na janela ao lado, clique na palavra “Default” com o botão direito do mouse e escolha Modificar. Altere o valor da chave para “%1” (desta vez, digite as aspas). Digite Ok e feche o Regedit.  Normalmente, seria preciso desligar e religar o micro para que a alteração entrasse em ação. Mas uma dica elimina esse passo. Simplesmente pressione Control-Alt-Del, escolha Explorer e clique no botão Finalizar Tarefa. Quando surgir a opção Desligar, clique em Não. Em alguns segundos, uma nova janela lhe perguntará se deve finalizar a tarefa. Desta vez, escolha Sim.

Descubra se o PC e o Windows aceitam periféricos USB

Uma avalanche de periféricos com conexão USB -impressoras, scanners, câmeras de vídeo e monitores -deve chegar ao mercado brasileiro no ano que vem. Para usá-los, contudo, é preciso saber se seu PC é capaz de recebê-los. Alguns comandos permitem verificar a versão do Windows, para descobrir se o sistema aceita esses dispositivos. Além disso, um utilitário gratuito, disponível na Internet, ajuda a fazer o diagnóstico.

O uso da conexão USB envolve três componentes: hardware, BIOS e sistema operacional. Desde o ano passado os fabricantes estão montando micros com portas USB. Alguns modelos, apesar de não terem os conectores na parte traseira, possuem placas-mãe capazes de recebê-los. Para descobrir se é o caso de seu PC, visite o site http://www.usb.org/faq.html. Depois, clique no link USB Evaluation Utility para fazer o download do utilitário Usbready.exe (500 Kb). O diagnóstico indicará se o hardware está pronto para o USB.

O Usbready.exe também verifica o software, mas há uma forma bastante simples de checar a compatibilidade do Windows. No Windows 95, clique Meu Computador com o botão direito do mouse. Escolha Propriedades. Na ficha Geral, verifique a versão do Windows. Se for 4.00.950 ou 4.00.950 A, o Windows não aceita dispositivos USB. A solução será comprar uma cópia do Windows 98 – o novo sistema tem total compatibilidade com USB. Se for 950B, ele pode ou não ser compatível. Nesse caso, é melhor rodar o Usbready.

GOSTOU DEIXE UM COMENTÁRIO