Termo Hacker

Existe um uma marginalização muito forte acerca do termo Hacker. A maioria das pessoas, por total ignorância, associam o termo a marginais, bandidos e criminosos do mundo digital, alguns se referem aos hackers mais polidamente como “Piratas digitais”.

Muito pior é a proliferação da ignorância promovida por jornais e telejornais ao fazer relação de todo e qualquer crime ou vandalismo digital com os hackers. O mínimo que se espera de um jornalista é que tenha o cuidado de pesquisar o básico necessário antes de disseminar informações errôneas a respeito de determinados assuntos.

É lógico que existem as exceções, e uma delas é o jornalista Mario Mota, do grupo RBS de Santa Catarina, a quem quero parabenizar, pela correta utilização do termo Cracker em uma matéria que foi exibida no Jornal do Almoço, no dia primeiro de Abril, sobre o vírus Conficker.

Pois bem, quem são afinal os Hackers? A resposta é muito simples. Hacker é usuário avançado de computador, com sólidos conhecimentos sobre o funcionamento da máquina enquanto equipamento isolado e quando conectado através de redes de computadores.

Muitos dos avanços no campo da informática devemos aos hackers. Muitas empresas públicas e privadas tem seus departamentos de Informática gerenciados por hackers. Muitos professores de cursos livres, técnicos e universitários são hackers. É, pode não parecer, mas os hackers são pessoas normais que precisam comer, beber e dormir, e pode ser aquele seu colega de trabalho, faculdade ou escola, ou seja, não são seres que passam dias e noites na frente do computador trancados em um quarto escuro que não precisam dormir ou se alimentar. Este título se adquire estudando a muito e levando a sério a área da Informática.

Sair por aí invadindo computadores através de softwares baixados de algum site não é atitude de Hacker é atitude de Lammer.

Se o hacker é o mocinho da história, então quem transgide as regras digitais? Bem, existem termos para diferenciar e classificar os usuários avançados de computador ou os que se fazem de espertos, e é muito importante que esta classificação seja clara, pelo menos para os profissionais da área, para que não se sintam menosprezados ou marginalizados ao se autodenominarem hackers. Muitos pensam que esta classificaão é bobagem e que tudo se resume a Hacker, porém acredito que estas classificações são muito importantes para diferenciar os personagens do mundo digital. Então ai vai:

Hacker: Pode ser um indivíduo especialista em um determinado assunto ou área e não necessariamente só na informática. Porém, na informática o Hacker é aquele explora os detalhes dos sistemas e não se contenta em aprender o básico, desenvolve programas, tem sólidos conhecimentos práticos ou teóricos sobre diversos assuntos de informática e do mundo das redes de computadores.

Cracker: É o vilão da história. Pode ter o mesmo ou até mais conhecimento que um Hacker, porém o usa para o mal. Ações como quebras ou cópias de senhas, invasões de sistemas com fins ilegais e outros atos ilícitos no mundo digital são feitos dos Crackers.

Carder: Cracker especialista em roubar senhas de cartões de crédito ou de contas bancárias.

Lammer: Em português esta palavra significa otário. E no mundo dos computadores também, pois o que faz de um usuário de computador um Lammer são suas atitudes. É aquela pessoa que se diz Hacker, comete ações burras no mundo digital como invasões (quando conseguem) sem propósito ou idiotisses disseminadas pelos chats. Um Lammer pode até ter bons conhecimentos do assunto, mas suas atitudes lhes denominam. Eles contribuem para depreciação da classe Hacker.

Newbie: É o novato no mundo digital. Acessa locais indevidos, faz perguntas que não deveria, enfim é o indivíduo ingênuo e novato.

Wannabie: Individuo que usa programas desenvolvidos por Hackers mesmo sem conhecer muito o assunto. Sabe o que é um Hacker mas não tem ética. Podemos dizer que é um estágio acima dos Newbies.

Larva: Este já tem alguns conhecimentos. Desenvolve programas, detecta algumas falhas de segurança e está em aperfeiçoamento para chegar no próximo nível de experiência e conhecimento, que é o de Hacker. Contudo se o Larva utilizar seus conhecimentos para o mal tornar-se-á um Cracker.

Phreaker: Termo usado para o especialista em telefonia e equipamentos afins.

Defacer: Indivíduo ou grupo que invade servidor de sites e desconfigura a página inicial para deixar seus recados.

Cypherpunks: Tecno-anarquistas defendem a privacidade no ciberespaço através da difusão deprogramas de criptografia de massa.

Script Kiddies: Indivíduos que procuram por alvos fáceis. Alguns podem ter bom conhecimento técnico e outros não. Não procuram iformações ou companhias específicas, apenas alvos fáceis para acessar como root.

E AI GOSTOU SIGA O SITE

LCM DIZ::Deixe um um comentario:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s