Proteus

O Software Proteus VSM é atualmente considerado uma ferramenta essencial para
estudantes e profissionais que desejam criar circuitos, simular e elaborar lay-outs de
aplicações analógicas e digitais, inclusive microcontroladores.
Esta apostila envolve as técnicas básicas para o uso do software Proteus, feita em
uma linguagem simples e abordando as funções básicas necessárias ao
desenvolvimento do estudante, demais informações serão vistas no decorrer do curso.

No Proteus existem quatro módulos que trabalham conjuntamente, como segue:
a. ISIS- Inteligent Schematic input System ( Esquemático )
b. VSM – Virtual System Modeling. ( Modelamento Virtual, simulações e
amimações)
c. PRO-SPICE – ( Simulações utilizando instrumentos gráficos.)
d. ARES – Advanced Routing and Editing Software ( Lay-Out com Roteamento
avançado).

Abra o ambiente do ISIS através do ícone
A Tela do ISIS parecerá conforme fig.01

paulista07

Fig.1. Vista Geral.

2.1. VISTA PANORÂMICA
Esta janela localiza-se a esquerda da janela de edição, mas podemos deixar na
condição de Auto-ocultar ou mudar para o lado direito da Janela de Edição, conforme
segue abaixo:

001Fig.2.a. Auto-Ocultar.

002

Fig.2.b.

Para ativar o auto-ocultar basta clicar com o lado direito do mouse dentro do
seletor de objetos e ativar a opção Auto Hide, para mudar de lado, basta colocar o
mouse entre a coluna da vista panorâmica e a coluna do seletor de objetos e
arrastar para o outro lado, conforme Fig.3.

003

004

Fig.3. Mudando a janela para o lado direito.
Na vista Panorâmica vemos uma borda Azul, que representa a borda da folha,
e o retângulo verde representa a área em que esta sendo visualizada na janela de
edição.

2.2. JANELA DE EDIÇÃO
Na janela de edição podemos observar um retângulo azul com um Target ao
centro, este retângulo representa o tamanho da folha, que inicialmente possui o
tamanho A4, na qual podemos modificar a qualquer momento do programa
utilizando a seqüência abaixo:
System > Set sheet sizes… na qual aparecerá o modelo da fig.4:

005

Fig.4. Ajustando o tamanho da folha.
Basta clicar no tamanho que você deseja, e se necessário um valor diferente clicar
em User e colocar as dimensões em Polegadas, sendo que o limite máximo é de 64
polegadas.
Nesta altura do campeonato você já percebeu que o Scroll no Mouse faz a
tela se expandir ou reduzir o Zoom,ficando o centro do desenho o ponto onde se
encontra o mouse, facilitando e muito o trabalho dentro do desenho, se você clicar
com o Scroll vai perceber que o componente que você clicou fica acompanhando o
mouse o tempo todo (se agarra a ele), para soltar o componente basta clicar o scroll
novamente, podemos também alterar o zoom pelas teclas F6 e F7. Outros detalhes
veremos mais a frente, agora vamos nos ater a conhecer os princípios para
iniciarmos nosso primeiro circuito.
2.3. SELETOR DE OBJETOS

006

Fig.5. Janela do Seletor.

Janela que utilizaremos para salvar a escolha dos componentes que serão aplicados
na montagem do seu circuito.
2.4. SIMULADOR
Comandos para executar simulação do circuito montado, com as opções
conforme fig.6.

007

Fig.6. Comandos do simulador.

2.5. COORDENADAS
Indica a posição do Cursor ( Mouse) em um eixo de coordenadas, com valores
expressos em th ( mils ou milésimos de polegada). A principio podemos achar
estranho este tipo de medida pois estamos acostumados com medidas em milímetros,
mas vale a pena lembrar que todas distâncias entre terminais e dimensões de
componentes seguem o padrão internacional em milésimos de polegada.
A origem ( Eixo Zero) se encontra no centro da folha onde se encontra o Target
azul, mas podemos colocar uma falsa origem clicando a letra “O” no ponto em que
queremos iniciar a nova origem, observe que fica com a cor Rosa na falsa origem.

008

Fig.7 Visualização da falsa Origem.

2.6. GRID
O grid pode ser visualizado na tela por linhas formando um xadrez, pontos ou tela
lisa, para isto basta teclar a letra G ou clicar no ícone conforme figura 8. Clique e
veja.

Fig.8
Podemos mudar os valores do Grid na opção View -> Snap XX th ,onde poderemos
escolher valores de 10, 50, 100 e 500th (mils), conforme fig.9 ou pelos atalhos CtrlF1,
F2, F3 e F4, observando que apenas F1 é acionado junto a tecla Ctrl, pois a tecla F1
sozinha é padronizada como Help. ( Ajuda).

009

Fig.9. Grids.

2.7. BARRA DE FERRAMENTAS
As barras de Ferramentas estão alocadas na parte superior e na lateral esquerda da
janela, mas podemos alterar suas posições bastando arrastá-las com o mouse. Para
habilitarmos ou desabilitarmos a visualização das barras vamos a seqüência View ->
Toolbars…onde aparecerá a janela da fig.10.

10

Fig.10. Habilitando a barra de ferramentas.

Vejamos agora as barras de ferramentas disponíveis:
Arquivos e Impressão
Comandos de Grid e Zoom

 

12

é isso

SIGA O SITE K ENVIO O RESTO