Avaliação Psicológica

Principais termos e conceitos utilizados
na elaboração de laudos da avaliação psicológica

  

POTENCIAL INTELECTUAL

É a competência para utilizar, de maneira eficaz, as habilidades ou as aptidões plenamente desenvolvidas.

APTIDÃO

É a disposição natural ou adquirida para qualquer coisa. Os seres humanos possuem um mesmo conjunto de aptidões, mas o desenvolvimento das aptidões em cada pessoa é desigual.

Na avaliação psicológica são consideradas apenas as aptidões que se relacionam com o perfil definido ou desejado para o cargo que o profissional irá ocupar.

A este conjunto de aptidões selecionadas nós denominamos de aptidões específicas para o cargo. Todas as vezes que utilizarmos a palavra habilidade estaremos nos referindo à aptidão plenamente desenvolvida.

Atenção Concentrada: É a capacidade de focar e manter integralmente a atenção numa tarefa de precisão.

· Atenção Distribuída: É a capacidade para difundir a atenção a vários estímulos, simultaneamente, sem perder a visão de conjunto.

· Compreensão Verbal: É a facilidade para entender mensagens, instruções e conceitos expressos em palavras.

· Memória Auditiva: É a capacidade para reter e evocar palavras e ordens recebidas oralmente.

· Memória Visual: É a aptidão para reter os estímulos vistos uma única vez.

· Memória Numérica: É a facilidade para reter e evocar elementos e símbolos numéricos.

· Fluência Verbal: É a aptidão para utilizar a linguagem com rapidez, facilidade de expressão e riqueza de vocabulário.

· Habilidade Numérica: É a aptidão para realizar cálculos e operações aritméticas de forma correta.

· Inteligência Geral: É a capacidade para a assimilação de novos conhecimentos e para elaboração de soluções.

· Raciocínio Lógico: É a capacidade de identificar e compreender o que há de essencial e de geral em fatos isolados, bem como perceber o conteúdo de um conceito geral em toda a sua extensão, estabelecendo relações entre os dados analisados.

· Raciocínio Abstrato: É a capacidade para extrapolar conhecimentos para uma situação atual, compreendendo similaridades, comparando e classificando conceitos, idéias e símbolos.

· Raciocínio Matemático: É a facilidade para perceber o raciocínio utilizado em operações que envolvam números.

· Raciocínio Verbal: É a aptidão para compreender e usar os conceitos verbais em toda a sua profundidade e extensão, refletindo a organização do pensamento.

· Raciocínio Espacial: É a aptidão para visualizar relações de espaço, de dimensão, de posição e de direção, bem como julgar visualmente formas geométricas.

· Raciocínio Mecânico: É a capacidade de compreender as leis físicas e mecânicas, bem como as relações que delas decorrem.

 

Características de Personalidade:

São traços isolados que aparecem na configuração da personalidade, que ao se integrarem formam uma dinâmica única e exclusiva, que se traduz na maneira de ser de cada um.

· Equilíbrio Intrapsíquico: Corresponde à harmonia entre as tendências básicas do temperamento e as reações comportamentais. O equilíbrio desejável pressupõe ausência de acentuados mecanismos de repressão ou total permissão para extravasar emoções.

· Equilíbrio Emocional: É saber lidar com as emoções, ter controle sobre as reações e ser capaz de usar a razão de maneira adequada, sem desqualificar os sentimentos.

· Adaptabilidade: É a disposição para se integrar ao ambiente e dar respostas adequadas a novas situações.

· Flexibilidade: É a abertura para rever suas posições, acatar idéias e valores adversos e novas demandas ambientais.

· Tônus Vital: Vitalidade Representa a energia, a vitalidade e a resistência ao cansaço psicofísico e às frustrações, bem como a capacidade de se recuperar dos referidos estados.

· Relacionamento: É a capacidade de interagir com outras pessoas, segundo os padrões de comportamento socialmente aceitos.

· Agressividade: Define o modo típico de reagir diante de barreiras ou ameaças. A pessoa hetero-agressiva tende a atacar os obstáculos; por outro lado, a pessoa auto-agressiva tende a se abater frente aos obstáculos, assumindo uma atitude passiva.

· Iniciativa: É a capacidade de agir com prontidão, presteza e independência em situações que envolvam tomadas de decisão. Pode ou não significar criatividade e originalidade.

· Bom Senso: É a capacidade de avaliar os fatos com critério, ponderando causas e conseqüências e isentando os julgamentos de conteúdos subjetivos.

· Segurança: É a autoconfiança e a desenvoltura para agir em situações novas ou conflitivas.

· Comunicação: É a capacidade para expor idéias e argumentar pontos de vista com objetividade, clareza e fluência.

· Arrojo: É a predisposição para assumir riscos.

 

Trabalho em Equipe:

É a competência resultante da disposição e capacidade para interagir, cooperar e se solidarizar com as pessoas, dentro de uma relação de troca na busca de resultados.

Sinergia:

É o momento em que todos de uma equipe sintetizam suas diversidades e canalizam suas energias no mesmo sentido, na mesma direção, com a mesma força e com toda a determinação.

GOSTOU DEIXE UM COMENTÁRIO